PatriciaXimenes.com

Inspirações de uma Estrela!

Natal (Elegia de) – Henrique Pedro

Natal (Elegia de) É belo e feio
Quente e frio
Alegre e triste
O Natal

Vai o meu anseio
Para quem não resiste
A tanta tristeza
A tão feio frio
A tanta neve
Que de nada serve

E a minha simpatia
Para a alegria
A beleza
Da partilha da mesa
Do calor do coração
Do simbolismo do Dia

Sobretudo para a Luz
De puro amor
Sem condição
Que o Menino Jesus
Irradia

(Henrique Pedro)
Vale de Salgueiro, sexta-feira, 17 de Dezembro de 2010

Em destaque:

Acompanhe:

Assine RSS Assine RSS
Seguir Patrícia no TwitterSeguir no Twitter

Recanto das LetrasRecanto das Letras

Receba o conteúdo!

Digite seu e-mail:

Links Favoritos

Fã Clube Elo - J.V.

Guilherme Arantes

Jorge Vercillo

Sublime Amor . Com
Divulgue-nos:

O melhor conteúdo cultural da internet